Logo Zignet branco

| Blog

Revisão no veículo antes de viagem

Revisão veícular pré viagem
Índice do conteúdo

Conheça todos os tipos de revisão veicular pré-viagem e descubra como ter uma jornada muito mais tranquila!

Preparar-se para uma viagem envolve mais do que simplesmente fazer as malas e traçar o itinerário. Um aspecto que muita gente ignora, mas que é fundamental, é garantir que o veículo que nos levará ao destino esteja em perfeitas condições. Por isso, fazer uma revisão veicular antes de iniciar a jornada não é apenas uma prática recomendada; é um investimento essencial para a segurança e o desempenho adequado do carro durante todo o trajeto. 

Acompanhe esse artigo até o final para saber mais sobre o assunto e garantir a segurança do seu carro nas próximas viagens de férias!

 

Entenda a importância da revisão pré-viagem

Imagine estar no meio de uma estrada deserta e enfrentar problemas mecânicos que poderiam ter sido evitados? E é isso que uma revisão veicular prévia pode fazer: prevenir contratempos inoportunos e garantir a tranquilidade do motorista e o conforto dos passageiros, assegurando que cada quilômetro seja percorrido com confiança!

Afinal, as peças de um carro ou moto podem se desgastar com mais ou menos rapidez dependendo de vários fatores, como direção agressiva, má condição das estradas ou mesmo a frequência com que o veículo é utilizado. 

Por isso, há 3 tipos de revisões veiculares: a preventiva, a preditiva e a corretiva. Saiba mais sobre cada uma delas a seguir.

Revisão veicular preventiva

Como o próprio nome já diz, a revisão veicular preventiva antes de uma viagem é um procedimento que visa identificar e corrigir potenciais problemas mecânicos, elétricos ou de desgaste em um veículo antes que eles se transformem em contratempos durante a jornada. 

Essa revisão abrange diversos elementos, desde a verificação dos fluidos do motor até a avaliação dos pneus, freios, luzes e sistemas elétricos, analisando condições específicas para garantir não só a funcionalidade imediata, mas também a durabilidade ao longo da viagem. 

Aliás, essa prática proativa previne surpresas desagradáveis na estrada, mas também contribui para a segurança dos passageiros e a preservação do veículo, inclusive evitando multas desnecessárias e acidentes evitáveis

Sem falar, é verdade, que a revisão veicular preventiva também acaba gerando economia, porque analisa a vida útil das peças antes que ela quebre, trazendo prejuízos maiores para o proprietário.

Revisão preditiva

A revisão veicular preditiva pré-viagem é uma abordagem que utiliza tecnologia e as informações do fabricante para verificar e antecipar possíveis problemas no veículo antes mesmo de eles se manifestarem.

Muitas vezes a revisão preditiva incorpora sensores e dispositivos que monitoram o desempenho do veículo, analisando dados em tempo real sobre o motor, a transmissão, os sistemas elétricos e outros componentes críticos.

Ao usar as recomendações do fabricante como parâmetro, é possível saber, pelo estado dos componentes, se é preciso trocar alguma coisa ou corrigir algum item antes que possa causar interrupções durante a viagem.

Revisão corretiva

Quando não dá tempo nem de uma nem de outra, a revisão veicular corretiva pode entrar em cena para salvar a viagem. Ela se concentra em corrigir problemas já existentes no veículo, abordando questões identificadas por meio de inspeções, diagnósticos ou falhas relatadas durante o uso anterior.

Ao contrário da revisão preventiva, que busca evitar possíveis falhas futuras, e da revisão preditiva, que utiliza tecnologia e as informações do fabricante para antecipar problemas, a revisão corretiva é uma resposta a questões específicas já manifestadas no veículo. 

Assim, a revisão corretiva lida diretamente com questões presentes, proporcionando uma solução imediata para garantir que o veículo esteja em condições ideais antes de enfrentar a estrada. 

 

Se planeje para realizar a revisão

O planejamento cuidadoso da revisão veicular é muito importante para garantir uma viagem tranquila e segura e, para isso,  é preciso fazer um planejamento.

Antes de mais nada, evite deixar a revisão para a última hora, uma vez que imprevistos podem surgir. Lembre-se de que antecipar a manutenção permite tempo suficiente para resolver qualquer problema identificado.

Já ao escolher uma oficina, opte por uma que tenha uma reputação sólida e técnicos qualificados, preferencialmente especializados na marca do seu veículo. Para saber quais são, pesquise. Consulte avaliações online e peça recomendações para tomar uma decisão informada. 

Por outro lado, procure também se certificar de que a revisão abranja todos os aspectos essenciais, desde a verificação dos fluidos, freios e pneus até a inspeção dos sistemas elétricos.

Mas fica uma dica: não custa nada ir um pouco além e incluir uma análise dos documentos do veículo, como a verificação se há débitos veiculares e se a carteira de motorista está em ordem, para garantir que tudo esteja atualizado.

Essa consulta você faz de forma rápida, fácil e segura pela Zignet: é só colocar a placa do veículo e todos os débitos existentes aparecem na mesma página. Depois é só escolher um cartão de crédito para parcelar tudo em até 12X. Pronto, você viaja tranquilo, com as partes técnica e documental revisadas e resolvidas.

Ao seguir essas orientações práticas, você assegura o bom estado do seu veículo antes da viagem, e ainda contribui para uma jornada mais tranquila e livre de contratempos.

 

Afinal, quais os itens que são checados na revisão?

Durante a revisão veicular pré-viagem, é fundamental abordar uma série de itens críticos para garantir o bom funcionamento do veículo em diferentes condições de estrada. Conheça alguns dos mais importantes:

  • Os pneus e rodas merecem atenção especial, com a verificação da pressão, desgaste e alinhamento, pois pneus adequados contribuem para a estabilidade e eficiência do veículo;
  • A análise dos fluidos, como óleo do motor, líquido de arrefecimento e fluido de transmissão, é fundamental para prevenir danos e garantir o desempenho adequado do motor;
  • O sistema elétrico, que engloba bateria, alternador e sistema de ignição, assegura o funcionamento adequado de luzes, indicadores e outros componentes essenciais;
  • Já o para-brisa, com foco nas palhetas dos limpadores e na quantidade adequada de fluido para o para-brisa, contribui para a visibilidade em condições adversas;
  • Os freios, por sua vez, devem ser minuciosamente inspecionados, incluindo pastilhas e discos, para garantir a eficácia do sistema de frenagem.

Cada um desses elementos desempenha um papel fundamental na segurança e no desempenho geral do veículo, por isso a revisão veicular deve ser abrangente, considerando todos esses aspectos.

 

Veículo sem revisão pode ser multado?

A legislação de trânsito brasileira prevê que os veículos estejam em conformidade com as normas de segurança estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

A ausência de uma revisão veicular adequada pode resultar em implicações legais sérias. Conforme o CTB, circular com um veículo em más condições de conservação, que comprometam a segurança, é considerado uma infração passível de multa e retenção do veículo para regularização.

Além das penalidades financeiras, a falta de manutenção adequada pode aumentar o risco de acidentes, influenciando diretamente na responsabilidade legal do condutor em caso de sinistros.

Assim, além do impacto na segurança, a não realização da revisão veicular conforme as normas estabelecidas pelo CTB pode acarretar multas e penalidades que variam conforme a gravidade da ocorrência na estrada.

 

Mantenha segurança e conforto veicular com a Zignet!

Fazer uma revisão veicular antes de uma viagem não apenas atende aos requisitos legais, mas, acima de tudo, representa um compromisso essencial com a segurança e a tranquilidade durante o percurso. 

Através da revisão é possível mitigar o risco de acidentes e contratempos inesperados, oferecendo ainda mais estabilidade ao dirigir, além de uma viagem confortável e tranquila. Dessa forma, a prevenção e o planejamento são fundamentais para uma experiência de viagem livre de incidentes. 

Aproveite para saber mais sobre as facilidades para quitar débitos veiculares e boletos na Zignet e continue tendo mais informações sobre trânsito responsável no nosso Blog!

5/5 - (2 votes)
Foto de Paulo Lofreta Loffreda

Paulo Loffreda é um empreendedor e investidor atuante nos cenários empresariais do Brasil e dos Estados Unidos. Fundador e sócio da ZIGNET Instituição de Pagamento em São Paulo, lidera a inovação na tecnologia financeira. Além disso, como fundador e sócio da PlusA Real Estate Development em Orlando, destaca-se em investimentos e desenvolvimentos imobiliários nos EUA. Foi sócio fundador da Planvale Benefícios adquirida pelo UP Group e como fundador e ex-presidente nacional da CEBRASSE – Central Brasileira do Setor de Serviços, sua trajetória é marcada por contribuições significativas para o setor empresarial brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações