Logo Zignet branco

| Blog

Pix no cartão de crédito: como funciona esse meio de pagamento?

Leia em 5 minutos
homem mexendo no celular
Índice do conteúdo

O Pix revolucionou a maneira como as pessoas realizam transações financeiras no Brasil. Com sua praticidade, segurança e agilidade, o sistema de pagamentos instantâneos tem conquistado cada vez mais espaço no mercado e se tornou uma alternativa popular para transferências entre contas bancárias.

No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre a nova função ofertada por algumas instituições financeiras: o Pix no cartão de crédito. Neste post, vamos esclarecer todas as dúvidas sobre o assunto, como funciona, quais bancos oferecem essa opção de pagamento, se vale a pena e muito mais. Confira o que preparamos!

Afinal, como funciona o Pix no cartão de crédito?

O Pix no crédito é disponibilizado por algumas empresas financeiras que permitem que o cliente use uma parcela do seu limite do cartão de crédito e realize a transferência por Pix. Vale ressaltar que essas transações são realizadas diretamente entre contas bancárias, sem a necessidade de um cartão de crédito.

Podemos falar que esse meio de pagamento funciona como uma espécie de empréstimo, uma vez que o valor do Pix será descontado diretamente na fatura do cartão de crédito do cliente com o acréscimo de juros. Essa taxação varia de acordo com a política e regras da instituição financeira. O que podemos é uma média praticada que flutua entre 3,99% e 9,9%.

Quais as instituições financeiras que oferecem o Pix no crédito?

Conforme mencionamos anteriormente, o Pix no cartão de crédito é uma modalidade de transação financeira relativamente nova entre os serviços das instituições financeiras. Por não ser algo vindo do Banco Central, as próprias organizações decidem optar por esse modelo de pagamento ou não. Venha ver quais são as instituições que oferecem esse meio:

  • Bradesco e Digio (banco digital da instituição): os juros começam em 2,36% ao mês, pode ser parcelado em até 60 vezes e o valor inicial para contratar o serviço é de R$ 200;
  • Itaú: as taxas dependem do número de parcelas, permite parcelar em até 72 vezes a partir de R$ 80;
  • Santander: o valor mínimo para contratação é de R$ 100 e pode ser parcelado entre duas e 24 vezes;
  • Mercado Pago: possui o valor mínimo para contratação de R$ 15 e utiliza o crédito disponível na conta do cliente;
  • PicPay: possui a taxa de juros em 3,99% e parcela em até 12 vezes;
  • Nubank: possui a taxa de 3,99% no mês e parcela em até 12 vezes no cartão.

Aproveite e confira nosso post com dicas de organização financeira para 2023!

Qual a diferença entre pagar no Pix, no cartão de crédito e no Pix no crédito?

Na verdade, é bem simples de entender, o Pix normal desconta o valor diretamente da sua conta-corrente ou poupança no momento da transação e precisa ter dinheiro na conta para realizar a operação.

Já o Pix no crédito cobra o valor enviado na sua fatura do cartão, com o adicional dos juros equivalente à quantidade de parcelas e tempo de pagamento. No cartão de crédito, o usuário só pagará juros caso atrase a sua fatura ou quando o parcelamento é feito pela administradora do cartão.

Quem pode fazer o Pix no crédito?

Como mencionado anteriormente, não é possível fazer Pix diretamente com cartão de crédito. No entanto, algumas instituições financeiras oferecem a opção de pagar a fatura do cartão de crédito por meio do Pix. Para fazer isso, é necessário que a pessoa tenha uma conta bancária e acesso ao sistema de pagamentos instantâneos.

A transação pode ser feita por qualquer um em uma das instituições que oferecem o meio de pagamento, desde que o cliente tenha as informações necessárias, como o CPF ou CNPJ e a chave Pix da pessoa ou empresa para quem deseja fazer a transferência.

Você sabe pagar boletos pelo celular? Venha com a Zignet e aprenda a forma mais rápita e segura!

Vale a pena fazer Pix com cartão de crédito?

Depende! Todas as instituições financeiras cobram uma taxa, e para entender se vai valer a pena ou não, é preciso analisar bem a situação. Em casos de emergência e situações inesperadas, essa opção de pagamento pode ser muito vantajosa. Mas mesmo assim, recomendamos que você compare a taxa de cada banco para escolher a transação mais favorável.

Além disso, é importante lembrar que o uso do cartão de crédito envolve o pagamento de juros e taxas caso o valor total da fatura não seja pago na data de vencimento. Ainda, é importante avaliar com cuidado se o usar o Pix no crédito aumentará muito a fatura do seu cartão e se ele é a melhor opção para a sua situação financeira.

De modo geral, o Pix tem se consolidado como uma opção rápida, segura e conveniente para realizar transferências entre contas bancárias. Por isso, vale a pena considerar essa opção como uma alternativa para outras formas de pagamento.

Porém, se o objetivo é pagar a fatura do cartão de crédito, é importante avaliar as diferentes opções disponíveis e verificar as possíveis taxas e condições antes de escolher a melhor forma de pagamento para a sua situação financeira. Uma das suas opções para pagamento de contas é através do parcelamento de boletos online, que pode ser feito aqui pela Zignet!

Agora você está por dentro do Pix no crédito e está pronto para analisar suas opções de pagamento e escolher a melhor para a sua saúde financeira. Esperamos que tenha gostado desse conteúdo. Até breve!

5/5 - (3 votes)

A ZIGNET é uma Instituição de Pagamento que surgiu para facilitar e inovar a forma de recebimento de contas, à vista ou parceladas, por meio de cartões ou outras modalidades de pagamentos eletrônicos.

Além de oferecer os serviços tradicionais de recebimento de cartões, as maquininhas ZIGNET também têm como diferencial parcelar em até 12 vezes, no cartão de crédito, boletos e contas emitidos por empresas públicas e privadas. Atendimento personalizado, tecnologia de ponta e o melhor custo-benefício são vantagens que a ZIGNET disponibiliza aos seus clientes, oferecendo maior agilidade e segurança nas transações de pagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações