Logo Zignet branco

| Blog

Novas leis de trânsito para 2023: confira o que mudou!

Leia em 5 minutos
transito 6
Índice do conteúdo

Para o ano de 2023, houve mudanças em vários trechos das leis de trânsito brasileiras, com o intuito de aprimorar a fiscalização e deixar a vida dos condutores mais segura no dia a dia.

Dessa maneira, estar a parte das alterações é fundamental para andar na lei, sem correr o risco de nenhuma possível punição. Pensando nisso, a Zignet trouxe as principais mudanças, então, para compreendê-las, continue a leitura e aproveite!

Quais foram as principais mudanças nas leis de trânsito em 2023?

Entenda quais são as novas regras de trânsito e não corra nenhum risco ao andar com seu veículo:

1. CNH: renovação e validade

Após o período de congelamento por conta da pandemia, a renovação da carteira voltou a ter um período de 30 dias após o vencimento dela. Então, se a sua já venceu, corra para renovar!

A medida de validade passou a variar de acordo com a idade de cada condutor, sendo inversamente proporcional, quanto mais novo, mais ela durará, e o contrário também é verdadeiro. Confira a regra a seguir:

  • para pessoas até 49 anos, a CNH deve ser renovada a cada 10 anos;
  • para pessoas entre 50 a 69 anos, a CNH deve ser renovada a cada 5 anos;
  • para quem tem mais de 70, o processo de renovação deve acontecer a cada 3 anos.

Entretanto, esse valor é delimitado para pessoas que estão com a saúde em dia e não apresentam alterações, caso contrário, o tempo pode variar conforme o que for determinado pelo exame médico.

2. Farol baixo em rodovias

De acordo com a CTB (Código de Trânsito Brasileiro), o uso do farol baixo em rodovias não é mais obrigatório para transitar nessas vias. Contudo, essa regra continua valendo apenas para rodovias de pista simples.

Além disso, veículos com luzes diurnas, a DRL (Dispositivo de Iluminação Diurna), não precisam ligar o farol em qualquer situação. Para quem infringir a lei, terá uma punição de 4 pontos na CNH e uma multa no valor de R$ 130,16.

Aproveite e veja também: Luzes do painel do carro: o que elas significam? Acesse e entenda melhor!

3. Insulfilm

O Insulfilm sofreu alterações novamente, de acordo com a resolução 960/2022, o percentual de transparência diminuiu.

Anteriormente, por lei, a transparência era de 75%, agora com a atualização, é permitido 70%, independentemente da cor que o condutor deseja utilizar. Essa é a exigência para boa parte dos carros, entretanto, para os vidros traseiros, o percentual continua do mesmo de 28%, não sofrendo nenhuma alteração.

Por mais que a cor possa ser variada, o CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) proibiu os modelos de reflexivos e opacos, que impedem a passagem da luz. Por fim, essa lei não se aplica apenas para vidros do teto e blindados.

4. Exame toxicológico

Foi prorrogado a necessidade de realizar exames toxicológicos periodicamente. De acordo com a Medida Provisória (MP) 1.153 de 2022, essa resolução fica adiada até 1º de julho de 2025. Ou seja, os motoristas não terão mais essa obrigatoriedade para conduzir.

5. Conversão à direita no semáforo vermelho

Conforme a lei 14.071/020, quando um local tiver sinalizado com a frase “livre à direita”, será permitido que o motorista virar, mesmo que o sinal estiver vermelho! Isso foi instalado para garantir um fluxo maior do trânsito em grandes cidades, visando a melhoria no fluxo dos veículos.

Entretanto, sem a placa com a indicação correta, essa manobra ainda continua proibida, sendo passível de multa.

Você já sabe com quantos pontos perde a CNH? Confira como evitar a perda.

6. Multas para veículos de empresas

Outra mudança grande que teve foi a de multa para veículos de Pessoa Jurídica. De acordo com o CTB, agora, as empresas precisarão indicar qual foi o motorista que cometeu a infração. Caso contrário, a multa será dobrada.

Por exemplo, se o condutor levou uma infração grave, no valor de R$ 195,23, mas a empresa não se prontificou e indicou quem foi o autor, ela receberá uma multa no valor de R$ 390,46.

Como consultar situação do veículo de forma prática em 2023?

Para consultar a situação do seu veículo e conferir seus débitos, você consegue pelo site da Zignet. Em nosso sistema de consulta de débitos veiculares, você pode conferir gratuitamente a situação do seu veículo e todos os débitos em aberto, utilizando apenas a placa!

Além disso, temos uma solução que cabe na palma da sua mão, — o nosso aplicativo ZigAuto! Nele, você consegue pesquisar e realizar pagamentos com muito mais agilidade e praticidade! Baixe agora mesmo pela App Store ou Play Store.

Assim, você consegue realizar parcelamentos dos débitos veiculares em até 12x no seu cartão de crédito, garantindo muito mais praticidade para você e te ajudando a manter o seu cronograma financeiro muito mais organizado.

Além disso, que tal conferir como pagar multa de trânsito com desconto? Veja na Zignet!

Essas foram as principais mudanças de lei para 2023. Assim, é fundamental para você se atentar a eles e se adequar às novas resoluções e conduzir seu veículo conforme a lei indica.

Gostou deste conteúdo? Acompanhe o blog da Zignet e entenda mais sobre leis de trânsito, multas e muito mais. Até a próxima!

 

Banner Zigauto

4.9/5 - (77 votes)

A ZIGNET é uma Instituição de Pagamento que surgiu para facilitar e inovar a forma de recebimento de contas, à vista ou parceladas, por meio de cartões ou outras modalidades de pagamentos eletrônicos.

Além de oferecer os serviços tradicionais de recebimento de cartões, as maquininhas ZIGNET também têm como diferencial parcelar em até 12 vezes, no cartão de crédito, boletos e contas emitidos por empresas públicas e privadas. Atendimento personalizado, tecnologia de ponta e o melhor custo-benefício são vantagens que a ZIGNET disponibiliza aos seus clientes, oferecendo maior agilidade e segurança nas transações de pagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações