Idioma: PortuguesEnglishSpanish
Idioma: PortuguesEnglishSpanish

Imposto de Renda: O que você precisa saber para declarar

Todos os anos, entre março e abril, um assunto começa a assombrar os brasileiros: o Imposto de Renda. O prazo para entrega da declaração já começou e vai até o dia 30. Você já fez a sua? Se ainda está com dúvidas, a Zignet te ajuda. Neste artigo, separamos tudo o que você precisa saber para fazer a sua declaração e ficar em dia com a Receita Federal.

Afinal, para que serve a Declaração de Imposto de Renda?

O Imposto de Renda é um tributo federal sobre seus ganhos e despesas. Todos os anos, empresas e trabalhadores precisam informar à Receita Federal seus rendimentos recebidos ao longo do ano. O imposto também serve para acompanhar a evolução do patrimônio dos brasileiros.

Quem precisa declarar?

Precisa fazer a declaração do Imposto de Renda 2020 quem:

-Recebeu mais de R$28.559,70 de renda tributável no ano passado (seja salário, aposentadoria, aluguel, entre outros)

-Recebeu rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$40.000,00

-Realizou operações em bolsa de valores, de mercadorias, de futuros ou assemelhadas

-Proprietários de bens ou direitos superiores a R$300 mil

Se você não se encaixa em nenhuma das opções acima, está isento da declaração e não precisa se preocupar.

Como declarar?

Você pode escolher fazer a declaração com um contador de sua confiança ou fazer tudo sozinho. Na segunda opção, é necessário baixar o Programa do Imposto de Renda, disponível no site da Receita Federal. Separe toda a documentação necessária, como informes de rendimentos da empresa que você trabalha ou trabalhou ao longo de 2019, dos bancos e das demais rendas recebidas.

Preencha todas as informações solicitadas no Programa do Imposto de Renda, de acordo com seus informes de rendimento. Verifique pendências e por fim, escolha seu modelo de tributação – o próprio programa indica a melhor opção.

O que acontece se eu não declarar o IR 2020?

As consequências para quem não declara o Imposto de Renda são sérias. O Ministério Público Federal pode gerar multas com até 150% de juros e o contribuinte pode ter o CPF restrito.

É importante ressaltar que o contribuinte que não fizer sua declaração anual pode ser processado por crime de sonegação fiscal.

Por isso, não deixe para depois. Agora que você já sabe o principal, corre para site da Receita Federal e fique atento ao prazo: a sua declaração deve ser entregue até o dia 30 de abril.