Logo Zignet branco

| Blog

Categoria D da CNH: tudo sobre essa carteira de motorista

Transportes públicos com mais de 8 passageiros
Índice do conteúdo

Já pensou em ser um motorista habilitado na categoria D da CNH? Veja o que é e como esse diferencial pode se tornar uma oportunidade profissional!

Os transportes coletivos estão cada vez mais modernos e facilitam o dia a dia da população, entretanto, precisam ser conduzidos por pessoas capacitadas e responsáveis. Para quem busca uma atividade remunerada no ramo da mobilidade rodoviária, a categoria D da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é fundamental.

A CNH D é obrigatória para quem quer conduzir veículos de transporte coletivo, como ônibus e vans. É ela que garante a habilitação específica para a oferta de um serviço seguro e eficiente.

Por isso, se você quer expandir suas oportunidades profissionais, é importante saber mais sobre a categoria D da CNH, compreendendo não apenas os requisitos legais, mas também as responsabilidades e competências envolvidas. 

Então preste atenção no artigo de hoje, porque nele a Zignet vai te contar todos os segredos para conquistar a tão desejada CNH D.

 

Definição da Categoria D da CNH

Quem quer ganhar dinheiro dirigindo um ônibus, micro-ônibus, van ou qualquer outro veículo com capacidade para mais de 8 passageiros, precisa da CNH categoria D. 

Então se a ideia é trabalhar com transporte escolar ou turístico, por exemplo, você precisa da CNH D para rodar de forma legalizada. 

Essa, aliás, também garante a condução dos demais veículos abrangidos pelas categorias B e C, que são os de passeio e aqueles com carga entre 3,5 e 6 toneladas. Isso porque é preciso já ter habilitação nessas duas categorias para dar início ao processo na categoria D.

Mas atenção, porque ao contrário do que pode parecer, as categorias não são exatamente acumulativas. Quem tem a CNH D não pode, por exemplo, dirigir os veículos da categoria A, que são as motos, motonetas, ciclomotores e triciclos.

 

Pré-requisitos: quem pode tirar a CNH D?

Para obter a categoria D da CNH é preciso cumprir diversos requisitos estipulados pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). 

O candidato deve possuir no mínimo 21 anos de idade, além de já possuir a CNH categoria B por pelo menos 2 anos, ou a C por no mínimo um ano. 

Também não pode ter cometido infração grave ou gravíssima nos últimos 12 meses nem ser reincidente em multa por infração média no mesmo período. 

Por outro lado, a Lei do Caminhoneiro ou Lei do Motorista (Lei 13.103/2005) determina que quem é aspirante ou já é motorista da categoria C, D ou E faça exames toxicológicos e de distúrbios do sono. Estes exames são obrigatórios tanto para a primeira habilitação na categoria D quanto nas renovações de CNH. E também é preciso fazer o famoso exame psicotécnico.

 

Processo de obtenção 

Há muitas oportunidades para ganhar dinheiro usando a CNH D, seja dirigindo para estudantes, fazendo transfer turístico, pequenas viagens e passeios ou mesmo dirigindo os ônibus municipais ou de viagens. 

Veja como é o processo e, ao final, descubra como passar diretamente da categoria B para a D – sem precisar passar pela CNH C!

1. Documentação

Antes de mais nada, reúna os documentos: RG (Registro Geral), CPF (Cadastro de Pessoas Físicas), comprovante de residência atualizado e comprovante de quitação com o serviço militar (para homens). Além disso, é essencial estar com a CNH B ou C válida.

2. Exames médicos 

Os exames físicos e psicológicos avaliam a saúde geral do candidato, garantindo que ele esteja fisicamente e mentalmente apto para conduzir veículos com segurança para os passageiros, os demais motoristas e ele mesmo.

3. Treinamentos

Para tirar a CNH D é preciso fazer pelo menos 20 horas de aulas práticas, as quais incluem, além das orientações específicas para os veículos coletivos, técnicas de direção defensiva, procedimentos de emergência, regulamentos específicos para veículos de transporte coletivo e interação com passageiros. E, atenção! O curso precisa ser ministrado por um Centro de Formação de Condutores (CFC) devidamente credenciado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

4. Provas

A prova consiste em duas etapas. A primeira é a teórica, que avalia o conhecimento do candidato sobre as leis de trânsito e os regulamentos específicos para veículos de transporte coletivo. 

Após a aprovação na prova teórica, os candidatos passam para a fase prática, geralmente feita em um micro-ônibus, na qual demonstram suas habilidades de condução em um veículo de transporte coletivo perante um examinador do Detran. É preciso passar em ambas para conseguir mudar a categoria da carteira de motorista. 

Como passar diretamente da categoria B para a D

Se você tem mais 21 anos e mais de dois anos de carteira na categoria B e quer passar diretamente para a D, não precisa passar, primeiro, para a CNH C. Porém, todos os demais requisitos são os mesmos, assim como o restante do processo. 

E lembre-se que a mudança de categoria só pode ser feita até 60 dias após o vencimento de sua CNH atual. 

 

Custos, validade e renovação

Os custos para passar para a categoria C da CNH podem variar de acordo com o estado e a região. De um modo geral, o total com todos os exames, curso da autoescola, taxas do Detran e emissão da carteira gira em torno de R$ 2.000 e R$ 2.500. 

Vale lembrar que o exame toxicológico, obrigatório para as categorias C, D e E, tem validade de 2 anos e 6 meses para os motoristas com menos de 70 anos. Quem está acima dessa idade não precisa renovar o exame toxicológico antes do vencimento da sua CNH.

Já a validade da carteira de motorista D é a mesma das demais categorias: 10 anos para condutores com idade inferior a 50 anos; 5 anos para quem tem entre 50 e 70 anos; e 3 anos para condutores com idade igual ou superior a 70 anos.

 

Benefícios de possuir a categoria D

Ter a categoria D da CNH abre portas para uma série de benefícios profissionais. Com ela o motorista está habilitado para operar veículos de transporte coletivo, como ônibus, vans e micro-ônibus, ampliando significativamente as oportunidades de emprego nos setores público e privado.

Além disso, também permite que você empreenda no transporte escolar ou nos serviços de transfer em parceria com agências de turismo, por exemplo. Mas não esqueça que, juntamente com as oportunidades profissionais, vem também uma grande responsabilidade. 

Os condutores são encarregados da segurança dos passageiros, exigindo habilidades avançadas de direção e uma compreensão profunda das leis de trânsito. 

 

Dirigir com responsabilidade com a Zignet!

Dessa forma, a responsabilidade associada à categoria D vai além da habilidade de conduzir; requer um compromisso sólido com a segurança e o bem-estar de quem está sendo transportado. Ter a CNH D é uma qualificação profissional diferenciada, mas também uma prova de confiança e competência no volante.

A Zignet está sempre pronta para ajudar os motoristas a rodar regularizados e cientes das melhores práticas para um trânsito seguro. 

Venha conferir os serviços e facilidades oferecidos em nosso site para quitar seus débitos veiculares e continue acompanhando as dicas e novidades no nosso Blog!

5/5 - (1 vote)

A ZIGNET é uma Instituição de Pagamento que surgiu para facilitar e inovar a forma de recebimento de contas, à vista ou parceladas, por meio de cartões ou outras modalidades de pagamentos eletrônicos.

Além de oferecer os serviços tradicionais de recebimento de cartões, as maquininhas ZIGNET também têm como diferencial parcelar em até 12 vezes, no cartão de crédito, boletos e contas emitidos por empresas públicas e privadas. Atendimento personalizado, tecnologia de ponta e o melhor custo-benefício são vantagens que a ZIGNET disponibiliza aos seus clientes, oferecendo maior agilidade e segurança nas transações de pagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações