Logo Zignet branco

| Blog

Categoria B da CNH: Guia completo dessa carteira de motorista

Motorista com categoria B da CNH
Índice do conteúdo

Saiba tudo sobre o tipo mais popular de carteira de motorista: a Categoria B da CNH e suas vantagens!

O primeiro carro ninguém esquece. Mas se não tiver a habilitação correta, o sonho de liberdade e independência do motorista pode virar um grande pesadelo. Por isso, o primeiro passo para quem quer um carro para chamar de seu, é ser habilitado na Categoria B da CNH.

Mas você sabe por que precisa ser a Categoria B da carteira de motorista? Quem já tem habilitação em outro tipo de CNH não pode dirigir carro de passeio?

Se você tem essas e outras dúvidas, essa é a hora de ter todas as respostas. Continue lendo esse artigo até o fim e saiba tudo o que é preciso sobre a Categoria B da CNH!

 

Definição da Categoria B da CNH

A Categoria B da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é uma das mais populares, justamente por ser aquela que dá direito a conduzir os carros de passeio. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, ela não autoriza o motorista a dirigir qualquer tipo de veículo. 

Na verdade, de uma forma geral ela abrange os veículos destinados ao transporte de passageiros com capacidade para até oito lugares, excluindo o motorista, além de veículos de carga com peso total de até 3.500 Kg. 

Assim, quem tira a Categoria B da CNH pode dirigir automóveis de passeio, caminhonetes, camionetas, utilitários, motorhomes e ainda reboques com peso total de até 3,5t.

Como é uma boa variedade de modelos permitidos, a Categoria B da CNH acaba atendendo a inúmeras pessoas, tanto nas cidades quanto nos campos, seja na rotina do dia a dia, a lazer ou profissionalmente.

Mas como você viu, apesar de muito versátil, a Categoria B da CNH tem suas limitações. Afinal, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) determina que cada uma das 5 categorias de habilitação precisa obedecer a um conjunto de regras específicas.

Assim, a CNH B não permite a condução de veículos de duas ou três rodas (motos), nem de veículos de carga com peso total superior a 3.500 kg além de não incluir a condução de veículos de transporte coletivo de passageiros, como vans e ônibus.

 

Pré-requisitos: quem pode tirar a Categoria CNH B?

Para tirar a Categoria B da CNH é preciso cumprir algumas etapas. A primeira delas é cumprir alguns requisitos mínimos, que são ter 18 anos ou mais, saber ler e escrever, e ter a documentação de identificação pessoal, como RG e CPF.

É preciso atenção à idade mínima, que no Brasil é 18 anos completos para qualquer categoria de CNH, ao contrário de outros países em que é possível tirar carteira de habilitação a partir dos 16 anos. 

Com essas exigências satisfeitas, é preciso dar entrada no restante do processo para tirar a Categoria B da CNH.

 

Processo de obtenção

Ter uma carteira de motorista requer uma grande responsabilidade, com muita atenção às leis de trânsito e consciência do papel de cada um nas ruas – tanto os outros motoristas quanto pedestres e ciclistas. Por isso é preciso cumprir uma série de exames que visam testar se você realmente conhece as regras do CTB e tem bom senso e prudência, contribuindo para um trânsito seguro.

Documentação

O primeiro passo, então, é ir ao Detran ou Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) da sua cidade dar início ao processo, levando a documentação (RG, CPF e comprovante de residência) e fazer o cadastro biométrico. 

Essa coleta das impressões digitais pode ser agendada online na maioria das cidades, mas o procedimento precisa ser presencial.

Exame médico e psicotécnico

A partir daí o candidato à Categoria B da CNH é autorizado a fazer os exames médicos e psicológicos (psicotécnico) em clínicas autorizadas pelo Detran. Neles são avaliados fatores como a acuidade de visão, pressão arterial, coordenação motora, e ainda as condições psicológicas e emocionais.

É preciso passar em ambos os testes para continuar o processo de obtenção da carteira, mas em caso de reprovação geralmente é possível marcar uma nova data, dando tempo de se preparar melhor.

Treinamentos

Depois de aprovado nos exames é preciso realizar um curso teórico e prático de direção em um Centro de Formação de Condutores (CFC). O CTB determina que sejam feitas 45 horas de aulas teóricas sobre assuntos como direção defensiva, primeiros socorros e a legislação de trânsito.

Se for reprovado na prova final, há um período de 15 dias para um novo exame ser marcado. Se for aprovado, o candidato está apto a passar para as aulas práticas.

O curso prático para a Categoria B da CNH é obrigatório e deve ter um mínimo de 20 horas/aula. 

Neste curso prático as aulas compreendem direção em via pública, estacionamento, baliza, entre outras habilidades necessárias para a condução segura do veículo. 

Até 8 aulas podem ser feitas em simuladores, mas o uso do equipamento não é obrigatório. Porém, 4 aulas precisam, por lei, ser feitas à noite para que o candidato esteja bem preparado para a direção noturna.

Provas

A prova teórica é composta por 30 questões, e o candidato a condutor precisa acertar 70% delas para passar – ou seja, 21 questões precisam ser respondidas certas. 

Ao final do curso prático é também preciso passar no exame prático de direção veicular, no qual é preciso demonstrar habilidades práticas de direção adquiridas seguindo as normas de trânsito estabelecidas.

Nessa prova, o candidato não deve cometer nenhuma falta que seja eliminatória ou pelo menos não ultrapassar os 3 pontos negativos computados. Estes, por sua vez, têm como base os seguintes critérios: uma falta eliminatória (reprovação), uma falta grave (3 pontos negativos), uma falta média (2 pontos negativos) e uma falta leve (1 ponto negativo).

Na prova para a Categoria B da CNH, se a primeira etapa (a da temida baliza) não for concluída com sucesso, o candidato está automaticamente reprovado. 

 

Custos, validade e renovação

Todo esse processo pode ser cumprido em um prazo máximo de 12 meses. Se, por qualquer motivo, o candidato não conseguir tirar a Categoria B da CNH, é preciso recomeçar o processo todo de novo.

Todos os custos são pagos pelo candidato, mas os valores variam bastante conforme a região do país. De uma forma geral, no entanto, o custo total de todas as etapas variam entre R$ 2 mil e R$ 3 mil.

Após aprovado na prova prática, o candidato recebe a sua CNH provisória – que, na verdade, é a Permissão Provisória para Dirigir (PPD) – em até 15 dias. Essa emissão é feita pelo próprio CFC contratado. Se, no entanto, o resultado da prova final não for positivo, será necessário pagar nova taxa para agendar novamente o exame.

CNH provisória e definitiva

A PPD tem validade de um ano e, após o seu vencimento, é preciso solicitar a emissão da CNH definitiva no Detran da sua cidade, de forma online ou presencial. 

Mas atenção, porque é preciso que o exame de aptidão física e mental esteja no prazo de validade e o motorista não pode ter cometido infração de natureza gravíssima, grave ou mais de uma infração média no período de vigência da PPD.

A CNH B tem validade de 10 anos e precisa ser renovada após esse período, seguindo os procedimentos estabelecidos pelo órgão de trânsito.

 

Benefícios de possuir a Categoria B

Além de poder dirigir legalmente seu próprio carro no dia a dia, a Categoria B da CNH abre portas para diversas oportunidades de emprego, como, por exemplo, motorista de aplicativos de transporte e delivery, favorecendo a flexibilidade de horários e a criação de uma fonte adicional de renda.

Em caso de trabalho remunerado, precisa de constar na CNH?

Porém, se esse for o seu caso, a lei determina que haja a inclusão da observação de “Exerce Atividade Remunerada” (EAR) na CNH. Esse reconhecimento da natureza profissional da atividade é essencial para garantir que o condutor esteja devidamente coberto por seguros e cumprindo requisitos específicos para o transporte remunerado de passageiros. 

Essa medida atende às exigências legais, contribuindo para um ambiente de transporte mais seguro e profissional.

 

Dirigir com responsabilidade com a Zignet!

Agora você já sabe como a Categoria B da CNH não apenas oferece vantagens profissionais, mas também demanda um compromisso com a segurança no trânsito.

Aqui na Zignet você encontra todas as facilidades para regularizar seus débitos veiculares em até 12X no cartão de crédito e ainda fica por dentro das melhores dicas de trânsito seguro no nosso Blog!

Venha conhecer nosso parcelamento de multas, taxas e impostos no cartão de crédito e fique por dentro das novidades do Blog Zignet!

Avalie este post

A ZIGNET é uma Instituição de Pagamento que surgiu para facilitar e inovar a forma de recebimento de contas, à vista ou parceladas, por meio de cartões ou outras modalidades de pagamentos eletrônicos.

Além de oferecer os serviços tradicionais de recebimento de cartões, as maquininhas ZIGNET também têm como diferencial parcelar em até 12 vezes, no cartão de crédito, boletos e contas emitidos por empresas públicas e privadas. Atendimento personalizado, tecnologia de ponta e o melhor custo-benefício são vantagens que a ZIGNET disponibiliza aos seus clientes, oferecendo maior agilidade e segurança nas transações de pagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações