Logo Zignet branco

| Blog

Quais os cuidados devo ter com o carro no inverno?

Tempo de leitura: 6 minutos
Quais os cuidados devo ter com o carro no inverno?
Índice do conteúdo
Rate this post

O carro no frio precisa de cuidados especiais, porque vários componentes podem ter o desgaste acelerado pelas baixas temperaturas. Saiba o que fazer!

Você sabia que há cuidados específicos para o carro no frio? Embora muita gente nem imagine, a correta manutenção veicular no inverno pode fazer uma grande diferença no desempenho do veículo.

A questão é que algumas partes dos veículos são mais vulneráveis às variações climáticas. O frio acelera o desgaste de algumas peças, o que se torna ainda mais problemático quando os termômetros caem substancialmente.

Para ajudar você a evitar problemas com o carro no frio, a Zignet preparou esse conteúdo exclusivo. Leia até o final deste artigo e descubra como deve ser a preparação do carro para o inverno!

 

O que acontece com o carro no inverno?

A manutenção preventiva e corretiva dos veículos devem ser feitas em qualquer estação, disso não há dúvida. Afinal, a boa conservação das peças e a troca antes que o deixem na estrada é essencial para evitar dor de cabeça e gastos desnecessários.

Mas no inverno a situação é um pouco diferente, principalmente nos estados onde as temperaturas caem bastante. A questão é que muita gente não associa os problemas do carro com o frio, mas o ar gelado associado ao tempo mais seco afeta diversos componentes do carro, como óleo, bateria e mangueiras, entre outros.

E isso pode afetar seriamente a segurança automotiva no inverno, aumentar o gasto com combustível e com a oficina, o que pode ser evitado com algumas dicas.

 

Dicas para cuidar do carro no frio

Confira agora um checklist de cuidados automotivos no inverno para evitar que o carro de te deixe na mão na estação mais fria do ano.

Tanquinho sempre cheio

No frio é muito importante que o tanquinho de partida esteja sempre cheio. Esse reservatório de gasolina bem comum dos carros flex é importante para a partida do motor do carro no frio. A dica é usar gasolina aditivada, que tem maior durabilidade.

Troque a gasolina do tanquinho pelo menos uma vez por ano, limpando o reservatório e verificando se a bomba elétrica não está com o eixo quebrado. 

Veja o estado da bateria 

Dar a partida do carro no frio também exige mais da bateria, porque o óleo lubrificante do motor fica mais viscoso, fazendo com que dilate com mais dificuldade. Como consequência, a bateria é mais exigida para dar partida e sua carga se esgota mais rápido. 

Então, antes mesmo que a temperatura caia, verifique se ela está a plena carga. E nos dias mais frios evite dar a partida com qualquer equipamento eletrônico ligado, como farois, rádio, central multimídia etc. Veja também se o alternador está alimentando corretamente a bateria.

Atenção a essa dica: se a bateria tiver descarregado mais de uma vez nas últimas semanas, provavelmente é hora de fazer a substituição: a vida útil de uma bateria é de 2 a 3 anos, dependendo do carro.

Atenção à calibragem dos pneus

A pressão dos pneus muda no frio da mesma forma que no calor, sendo preciso que a calibragem seja monitorada com frequência. Por outro lado, dependendo da região é possível que camadas de gelo sejam formadas nas estradas, aumentando o risco de derrapagens e danos na estrutura dos pneus.

Não ligue logo o ar-condicionado

Outro cuidado com o carro no frio é com o sistema de climatização. No inverno, o ar-condicionado é usado para aquecer o ambiente e não para gelar. Então não ligue o aparelho assim que der a partida, porque o motor precisa atingir a sua temperatura natural de operação para gerar o ar quente que aquecerá o veículo.

 

Faça manutenções específicas no inverno

Outro ponto importante para evitar problemas mecânicos no inverno é a realização de algumas manutenções pontuais.

O sistema de arrefecimento, por exemplo, é uma delas. O carro no frio precisa que a mistura do fluido do radiador esteja na composição correta: 50% de água desmineralizada e 50% de aditivo à base de etileno glicol. 

Isso porque a combinação certa altera o ponto de ebulição e congelamento da água e assim evita que ela congele ou ferva. Além disso, siga sempre a recomendação da montadora sobre o período para a substituição do líquido de arrefecimento.

E até a pintura do carro pode sofrer com o frio intenso e geadas. O gelo em si não causa danos, mas não tente removê-lo ainda sólido, espere derreter para tirar com água bem fria. 

Faça o mesmo se o carro ficar parado por muito tempo em um nevoeiro. E lembre-se: o polimento em dia também ajuda a proteger a pintura do carro no frio.

 

Veja como ter uma direção segura nas estradas no frio

Manter a segurança automotiva no inverno quando se está na estrada também requer algumas técnicas específicas. Afinal, as temperaturas baixas não influenciam apenas na mecânica do carro, mas também na condição das estradas.

A primeira dica é evitar sair assim que ligar o carro no frio, já que um dos componentes que sofrem maior desgaste com a temperatura baixa são os pistões. 

Então aguarde de 3 a 5 minutos até que o motor aqueça e esteja em sua temperatura ideal de funcionamento, sendo entre 80° C e 100°. Além disso, procure aumentar a velocidade gradualmente, de forma que o motor não seja sobrecarregado logo no início da viagem.

Uma vez na estrada, muita atenção à distância em relação aos outros veículos, já que a tendência é que, na chuva ou na geada, o piso esteja mais escorregadio. Com isso, o tempo de frenagem será maior, então você precisará de mais espaço para parar o carro em segurança.

Além disso, muita atenção às sinalizações e jamais ultrapasse o limite de velocidade indicado nas placas. Em caso de neblina, quando a visibilidade é menor, use sempre farois baixos e reduza ainda mais a velocidade. 

Aliás, no inverno dirija sempre com as luzes acesas para facilitar que os outros motoristas o vejam a qualquer hora do dia.

Fique sempre com as duas mãos ao volante e evite qualquer distração, porque toda atenção é pouca. Atenção também ao ajuste correto do encosto de cabeça do banco, porque as colisões traseiras são mais comuns no inverno. Assim você previne e reduz o risco de lesões no pescoço.

E como imprevistos acontecem, tenha sempre um kit de emergência no carro, com primeiros socorros, lanterna, cobertor, água e comida não perecível. No inverno não só os acidentes são mais comuns, como também vias fechadas por quedas de barreiras ou más condições das estradas.

 

A Zignet te ajuda a cuidar do carro no frio

Temperaturas baixas, estradas escorregadias, risco maior de acidentes e desgaste acelerado das peças. Cuidar do carro no frio requer atenção redobrada, mas com as dicas da Zignet você tira de letra a estação mais fria do ano.

Mas além das precauções com os componentes do carro, a direção segura também é importante. Mantenha sempre uma condução defensiva e respeite a sinalização e as leis de trânsito.

E para evitar aborrecimentos sem necessidades, cuidar da documentação é fundamental. Então não deixe débitos pendentes: a Zignet te ajuda a colocar tudo em dia sem pesar no bolso, parcelando os débitos veiculares em até 12X no cartão de crédito.

Confira essa e outras facilidades no nosso site e continue acompanhando nossas dicas de direção segura pelo Blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações