Logo Zignet branco

| Blog

Você é um líder ou um chefe no trabalho?

Tempo de leitura: 5 minutos
impacto da liderança na gestão de equipes e como adquirir as habilidades
Índice do conteúdo
5/5 - (2 votes)

Líder ou chefe, você sabe por que a diferença é tão importante? Descubra o impacto da liderança na gestão de equipes e como adquirir as habilidades necessárias!

Finalmente você chega em uma posição de destaque na empresa e consegue a promoção que tanto queria, com uma equipe sob seu comando. Mas não basta ocupar um lugar relevante na empresa, é preciso realmente fazer a diferença. Por isso, fica a pergunta: você é um líder ou um chefe?

Se pensou que líder ou chefe, tanto faz, pode estar perdendo uma ótima oportunidade de subir ainda mais a carreira. Há diferenças consideráveis entre chefia e liderança, com habilidades que você pode trabalhar para conquistar diariamente.

Leia até o fim este artigo e veja como não perder essa oportunidade de se tornar um verdadeiro líder na organização.

 

Chefe ou líder: qual a diferença

Vários profissionais não sabem, mas ser líder ou chefe impacta profundamente o clima organizacional e o desempenho da equipe. 

Se você é promovido e passa a ocupar uma posição hierárquica superior à de seus antigos colegas, você se torna um chefe – e apenas isso. 

Mas o líder vai além da posição na cadeia de comando. Ele influencia o time de tal forma que aumenta o engajamento, a produtividade e até o bem-estar no ambiente de trabalho.

Com isso, quem tem liderança também acaba reduzindo o turnover porque os colaboradores tendem a se sentir mais valorizados e satisfeitos com a empresa.

Para entender melhor, conheça as características de líder x chefe:

Características do chefe

O chefe tende a ser autoritário. Ele dá ordens e espera obediência e submissão.   Ele centraliza o poder e não admite insubordinação e, para isso, coloca limites bem definidos na participação e na autonomia dos colaboradores sob sua responsabilidade.

Com isso, a comunicação também acaba sendo reduzida, unidirecional e verticalizada. Ele transmite o que quer, fiscaliza as tarefas e não busca a opinião dos funcionários.

Dessa forma, há pouca conexão com sua equipe. O relacionamento se limita ao ambiente profissional e não há um interesse verdadeiro pelo desenvolvimento e crescimento profissional dos colaboradores.

O chefe também foca muito mais nos resultados do que na forma como metas e objetivos podem ser alcançados.

Características do líder

Já um verdadeiro líder é completamente diferente. Sua relação com os colaboradores é mais próxima, e ele geralmente é o exemplo inspirador para o time.

Quem exerce liderança tem uma visão clara do que pretende e dos meios para chegar lá, e sabe passar suas ideias com a mesma clareza, mas também de forma motivadora.

Isso porque um líder sabe desenvolver sua inteligência emocional, uma soft skill essencial para se relacionar bem com seus liderados. Ele conhece bem suas emoções e sabe como gerenciá-las de forma a gerar empatia.

Com isso, a comunicação também é mais próxima e eficiente do que a do chefe. O líder se faz entender com mais facilidade, oferece feedbacks construtivos e incentiva que os colaboradores participem com opiniões, ideias, avaliações e projetos. 

Por outro lado, o líder valoriza a experiência pessoal de cada um, sabendo extrair o que há de melhor de acordo com o perfil do funcionário. Além disso, ele também se interessa genuinamente pelo crescimento profissional da equipe como um todo e também individualmente, incentivando o desenvolvimento de novas competências.

Outra característica importante é a habilidade de antever possíveis problemas, resolver imprevistos, gerir crises e emergências e buscar soluções inovadoras. Assim, também incentiva o time a pensar “fora da caixa” e gerar novas oportunidades para os negócios.

Dessa forma, o verdadeiro líder é motivador, inspirador e gera sentimentos de confiança, valorização e engajamento no time que acaba aumentando a produtividade e criando diferenciais. É uma gestão de equipe mais eficiente, baseada na proatividade e na liderança humanizada.

 

Como desenvolver as habilidades de liderança

Nem todo mundo é um líder nato, mas as habilidades de liderança podem ser desenvolvidas. É preciso dedicação, esforço e o processo deve ser contínuo para que o profissional esteja sempre se aperfeiçoando e melhorando sua performance.

Veja, na prática, como transformar um chefe em um líder:

  • Incentive a proatividade, a iniciativa e a autonomia. Seus liderados devem se sentir confiantes para assumir responsabilidades e tomar decisões. Envolva o time nas resoluções em vez de apenas comunicar o que foi decidido;
  • Tenha senso de ética, reflita sobre seus valores pessoais e desenvolva os valores profissionais de forma clara. Coloque os objetivos da empresa e do time acima dos seus pessoais;
  • Pratique a humildade e a empatia. Não se considere o dono da verdade, mas um eterno aprendiz. Exercite se colocar no lugar do outro e entender suas dificuldades;
  • Aprenda a ouvir para ter uma comunicação empática, clara e objetiva. Esteja aberto a melhorias e a sugestões, e procure transmitir suas ideias de forma motivadora;
  • Deixe claro que vocês são um time. Lidere pelo exemplo, atuando da forma que incentiva a ação. Um líder conquista o respeito, não o exige;
  • Encare o erro como parte do aprendizado, não como uma coisa que merece punição;
  • Evite fofocas e divida a glória da mesma forma que divide os problemas;

 

A Zignet te ajuda a alcançar a liderança

Líder ou chefe, o que você prefere ser? Se o seu foco é o crescimento profissional – seu, da sua equipe e da empresa – a Zignet te ajuda a alcançar a liderança.

Além das dicas da Zignet, lembre-se de que mentorias e treinamentos específicos são importantes para desenvolver novas posturas de liderança. 

Assim, ao compreender as características de um líder e as habilidades que podem ser adquiridas, você consegue fazer uma gestão humanizada e engajadora, conseguindo extrair o que há de melhor em cada colaborador e na equipe como um todo.

Continue acompanhando as dicas para empresas no Blog da Zignet e aproveite para saber a importância do desenvolvimento e sucessão profissional na continuidade organizacional.  

Foto do CEO da Zignet Paulo Loffreda

Paulo Loffreda é um empreendedor e investidor atuante nos cenários empresariais do Brasil e dos Estados Unidos. Fundador e sócio da ZIGNET Instituição de Pagamento em São Paulo, lidera a inovação na tecnologia financeira. Além disso, como fundador e sócio da PlusA Real Estate Development em Orlando, destaca-se em investimentos e desenvolvimentos imobiliários nos EUA. Foi sócio fundador da Planvale Benefícios adquirida pelo UP Group e como fundador e ex-presidente nacional da CEBRASSE – Central Brasileira do Setor de Serviços, sua trajetória é marcada por contribuições significativas para o setor empresarial brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Compartilhe nas redes sociais

Últimas publicações